Skip to content

Dr. Eustáquio Ivo – Cuidados com a pele

Ainda estamos no verão e aainda dá tempo de curtir sol e praia! Contudo, temos que manter a saúde. Neste momento, todas as atenções estão voltadas para o corpo e, assim, nos esquecemos do maior órgão do corpo humano: a pele.

Na praia ou no clube ficamos expostos por muito mais tempo ao sol, mesmo com as devidas precauções. São basicamente dois tipos de irradiação ultravioleta que estamos abordando aqui: UVA e UVB. O primeiro dano que observamos na pele exposta à radiação ultravioleta, é o eritema ou queimadura solar. É uma reação aguda, que consiste em formação de eritema, edema, dor local em ardência, podendo chegar a formação de vesículas e bolhas, nos casos mais intensos.

A queimadura solar é, portanto, uma reação inflamatória aguda da pele, causada pelo sol em excesso. O eritema ou vermelhidão da pele, inicia-se após um período de latência de 2 a 7 horas à exposição da pele em dose única e intensa de radiação, persistindo por horas ou dias. As reações tardias ou crônicas da queimadura solar são as que nos atormentam a partir da 3ª ou 4ª década de vida, em função de um fotoenvelhecimento da pele. Dos 30 ou 40 anos em diante, começamos a apresentar lesões, como melanose solar, queratose solar, poiquilodermia solar, leucodermia solar, mílio colóide, xerodermia solar, podendo chegar até aos carcinomas.

Todas essas lesões levam a alterações estéticas da pele, causando rugas e manchas, principalmente no rosto, colo, ombros e dorso superior do tórax. Neste momento, imagino que você já esteja se perguntando: Mas como me proteger mais desta irradiação? Eu respondo que é bem simples e que o segredo é ter DISCIPLINA e conhecimento de alguns pequenos, mas importantes detalhes.

A grande maioria das pessoas já sabe que deve usar o protetor solar, mas em quais condições? Na praia ou piscina, evitar o sol das 10 às 14 horas, mesmo com uso de protetor solar. Lembro que a areia reflete cerca de 25% da radiação UVB, ou seja, na praia você recebe 25% a mais de radiação vindo da areia. Ainda em praia ou clube, usar protetor solar (com proteção UVB e UVA) de hora em hora, com FPS a partir de 50.

No dia a dia, passar o protetor solar a partir de FPS 30 (com proteção UVB e UVA) ao acordar, mesmo se não sair de casa, pois em um país tropical como o Brasil, a radiação solar é muito grande e a recebemos mesmo através das janelas. Além do mais, nos dias atuais, recebemos radiação das lâmpadas, das TVs, dos computadores, dos tablets e smartphones. Assim, devemos passar o protetor solar logo pela manhã e renová-lo de 2 em 2 horas a até 4 em 4 horas, dependendo da eficiência do protetor.

Para quem já tem alterações de pele, como manchas e rugas, recomendo usar produtos tópicos ricos em antioxidante, como por exemplo, produtos à base de vitamina C. A alimentação também é importante, ingerindo alimentos ricos em antioxidante, como vitamina C e E. Ah, não se esqueça que água sempre é bem vinda, para uma boa hidratação. Outras formas de retardar o envelhecimento, quando já se chegou aos 30 anos, é tratar-se com peelings, toxinas botulínicas, preenchimentos e microagulhamentos. Mas, para isso, deve-se procurar um médico de sua confiança.

Pronto, viu como é fácil curtir um verão com saúde? Grande abraço!

Eustáquio Ivo CRMMG 57151.

Atendimento no L’unica Ateliê

2 Comentários

  1. Nanda Nanda

    Bom dia !
    Parabéns pela matéria, Qual o contato para marcar uma consulta com você Dr. Eustáquio Ivo?

    Nanda

    • Silvana Machado Silvana Machado

      Olá Nanda! Só ligada no L’unica Ateliê 31 3653-6414 | 31 3564-3275

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *